October 9, 2017
Eike
Malavasi

Guia definitivo para precificar sua API

A economia das APIs já movimenta muito dinheiro, no último ano 500 milhões de dólares foram investidos em empresas que são especialistas em APIs. Todo esse crescimento sempre leva algumas dúvidas, como por exemplo qual é a melhor maneira de avaliar preço de companhias e ainda mais, qual é a melhor maneira de precificar a sua API?Com essas questões em pauta resolvermos esse guia!

Primeiramente, como que o mercado monetiza as APIs?

Existem 3 tipos de monetização que atualmente o mercado adota:Modelo de MonitizaçãoDefiniçãoExemplosColeção de DadosFaz junção de dados de aplicativos de terceiros para facilitar a criação de anúncios e até criação de produtosUm exemplo é a utilização da API de oAuth do Facebook, pois quando você loga em algum serviço utilizando ela o Facebook passa a te conhecer mais e consegue entregar melhor qualidade de venda de anúnciosAdaptação e Customização de ProdutosPermite que desenvolvedores criem integrações que melhoram os produtos dele agregando valor e sendo difícil migrar para algum concorrenteAqui temos o Slack, pois quando você constrói todos os tipos de comandos e automações do seu processo através dele, é muito difícil você migrar para qualquer outro tipo de chatPuramente UsoCobra os desenvolvedores a partir do número de chamadasO Imgur cobra os desenvolvedores para conseguir fazer uploads e downloads de sua plataformaA grande maioria das APIs nos dias atuais utilizam o terceiro modelo, ou seja, cobram a partir da quantidade de chamadas, sendo assim vamos dar um foco maior nesse modelo.

Os três tipos de precificação para modelos de Uso

Quando você decide pela precificação através do uso, é normal escolher entre os seguintes modelos: Cotas Fixas, Pague Por Uso e o misto dos dois as Cotas Flexíveis.Não temos segredo quando falamos em Cotas Fixas, o desenvolvedor possui um número de chamadas e assim que ele atingir esse número o acesso é cortado.No pagamento pelo uso, cada chamada terá um valor fixo e no final do mês você terá a surpresa da conta com o número de chamadas e o valor a pagar.As Cotas flexíveis permitem um contrato de número de chamadas, mas caso você ultrapassar esse número não precisará parar, poderá fazer as chamadas porém pagando um valor por cada uma.Para exemplificar, fiz a tabela abaixo:Pague pelo UsoCotas FixasCotas FlexíveisR$0.01 por download500 downloads/mês250 downloads/mês + R$0.01 por download extraR$0.05 por upload100 uploads/mês50 uploads/mês + R$0.05 por upload extraCada modelo possui o seu lado positivo e seu lado negativo, e é lógico que eu montei algo para você:Pague pelo UsoCotas FixasCotas FlexíveisO preço cresce de forma linear conforme as atividades executadasPreço previsívelPreço previsívelPreço escala para maiores aplicaçõesReceita previsívelReceita PrevisívelReceita ImprevisívelMais receita para desenvolvedores que consomem menosO app no consumidor nunca paraPreço varia mês a mês por desenvolvedorO app do consumidor é comprometidoDifícil comunicação de ultrapassagem de cotasApesar de cada um dos modelos ter o seu lado positivo e negativo, eu particularmente sempre recomendo as cotas flexíveis, pois com um ótimo design da sua API é possível cobrir o seu lado negativo, pois utilizando um API Gateway como o Sensedia API Platform é possível de forma muito simples retornar a Quota para o desenvolvedor e ter total controle das chamadas.

De onde vem esses dados?

Os dados de análise fazem parte da coleção de mais de 1800 APIs encontradas no site RapidAPI. E nelas é possível encontrar alguns modelos: um plano de testes limitado, um plano para um desenvolvedor curioso, para uma pequena empresa e planos para grandes empresas.Com o objetivo de mostrar uma média de mercado, realizei uma busca com os preços e cotas mais utilizados e é isso que você vai encontrar:GrátisDev CuriosoPequena EmpresaGrande EmpresaSubscrição MensalR$0.00R$9.08R$76.00R$370.00Chamdas a maisR$0.08R$0.01R$0.007R$0.02Quota64,326.00688,991.004,051,481.0016,120,060.00Apesar de cada API ter sua particularidade, esse benchmark é um ótimo pontapé inicial para começar a precificar a sua API.Baseado nessa tabela eu recomendo você começar com os seguintes planos:

  • Plano Grátis Limitado
  • Dev Curioso - R$10~R$20 como base
  • Pequena Empresa - R$90~R$100 como base
  • Grande Empresa - mais que R$150

Além dos guias numéricos essa análise também é possível ter um insight super interessante.

Incluindo um plano gratuito para testes

Desenvolvedores adora testar antes de usar realmente! Essa frase já é batida, mas por uma razão muito bem estudada. De acordo com os dados da RapidAPI, o número de desenvolvedores que “assinam” a API depois de testar é 3 vezes maior que as subscrições de APIs apenas pagas.

Como você pode ver, mesmo as APIs Freemium sendo 23% das 1800 analisadas, elas possuem 3 vezes mais “inscritos” que as APIs pagas.

Como adaptar esse sistema para o seu negócio com os 3 Cs

Os números são sempre um bom começo, porém é muito importante colocar no seu contexto de negócio.Para conseguir realizar a análise para a sua arrumar a sua casa, olhe sempre para os 3 Cs da monetização de APIs:

  • Custo : Quanto custa para você realizar uma chamada? Quais são as despesas comerciais que você possui?
  • Competidores: Como os seus concorrentes estão cobrando? Você está em um mercado cheio de APIs que realizam as mesmas atividades ou algo mais verticalizado?
  • Conteúdo: O que exatamente a sua API oferece como valor? Quão importante para o negócio que está utilizando é cada chamada ou endpoint?

O objetivo de entender os 3 Cs é saber qual deles irá guiar a sua estratégia de precificação:Business ExamplesExample APIsPreço baseado em CustoAPI de EntregaEssa indústria ainda possui poucos competidores, porém o serviço de cada API é muito parecido. Sendo assim, é muito recomendável você ter um preço por chamada bem competitivoPreço baseado em CompetidoresAPI de SMSAqui temos uma indústria já com muitos competidores e que tudo depende de quem é o "top of mind" do mercado, sendo assim você precisa ter uma marca forte investindo em branding e manter o preço ao mesmo nível de seus concorrentes.Preço baseado em ConteúdoAPI de DadosCada chamada vai proporcionar muitos dados. Os seus custos normalmente são baixos, o conteúdo é bem especializado e possui poucos concorrentes. Por esse motivo é legal ter um preço competitivo, porém com menor quota de chamadasComece a pensar já para levar o conceito em sua empresaAssim que você avança com os preços de sua API, tenho algumas dicas para você já pensar!

  • O modelo de Quotas Flexíveis parece ser o mais popular e o que oferece maiores possibilidades quando comparado com os outros dois modelos.
  • Sempre considere ter um plano gratuito para testes dos desenvolvedores
  • Considere ter faixas de acesso baseado em planos, como eu fiz no exemplo com Devs Curiosos, Pequenas e Grandes Empresas
  • Os três Cs são um aliado muito forte quando você olhar para frente na sua estratégia, pois vai dar uma visão de mercado muito interessante.

Por hoje é só pessoal! Mande uma mensagem para nós encontrarmos os melhores preços para a sua API através dos Planos possíveis dentro do API Platform da Sensedia.

Obrigado pela leitura!

Voltar ao arquivo