March 9, 2016
Ricardo
Peloi

Como escolher as melhores APIs para criação de jogos

Quais as melhores APIs para criação de jogos? Confira nossa lista, recheada de APIs, SDKs e engines completas para criar jogos incríveis.

Joguinhos poderosíssimos

Jogos já são uma das maiores receitas em termos de entretenimento. As cifras já superam dezenas de bilhões de dólares por ano.E só no Brasil, o faturamento dos games em 2015 foi de 1,4 bilhão de dólares.Impressionado? Pensando em entrar no ramo?Tanto dinheiro movimenta inúmeras invenções científicas, como você deve imaginar. Há toda uma estrutura computacional criada em torno dos games, passando por melhorias em redes de computadores até algoritmos de computação gráfica (luzes, sombras, movimentos, texturas) sofisticadíssimos.É claro que nem tudo isso é feito do zero a cada jogo.Como então os desenvolvedores de games criam suas obras?Em grande parte, com a ajuda de APIs!Já falamos sobre APIs para jogar, mas hoje o foco é na criação!Como escolher uma ferramenta que permite o desenvolvimento de aplicativos ricos em efeitos e funções que transformam uma jogatina em uma experiência única?Que tipo de API deve ser utilizada para o desenvolvimento de games mobile? E para consoles? E desktop?Vamos descobrir!

As principais APIs para a criação de vídeo games

A escolha da API correta para a criação de um jogo pode fazer toda a diferença na implementação de pequenas melhorias ou novas funções.Ela deverá ser feita de acordo com o tipo de sistema onde o produto será executado e a necessidade dele ser multiplataforma.Isso é ainda mais importante hoje em dia, porque há uma série de dispositivos que rodam games, como os consoles e portáteis, celulares, tablets e PCs.Há muitas APIs excelentes para criar jogos. Entre as principais disponíveis para Android, iOS, PCs e web, podemos destacar:

DirectX

A Microsoft DirectX é uma "coleção" de APIs que permitem a programação de jogos e gerenciamento de atividades multimídia com vídeo e áudio.Ela tem sido utilizada há muitos anos, no desenvolvimento de games para o Windows, Sega Dreamcast, Xbox, Xbox 360 e Xbox One.Quem trabalha com a criação de jogos para essas plataformas, tem a DirectX como uma de suas principais aliadas. Entre as suas principais funções, podemos destacar:

  • Mapeamento de vídeo: tecnologia de projeção de objetos em superfícies virtuais.
  • Renderização 3D via hardware com o uso de sprites: uma tecnologia em que o processamento de gráficos é direcionado para a GPU (mais poderosa) e não feito via software.
  • Clipping: um método para desabilitar seletivamente operações de renderização.
  • Anti-aliasing: uma técnica que melhora a qualidade de imagens de alta resolução exibidas em uma resolução baixa.
  • Z-buffering e W-buffering: um método computacional para melhorar a renderização de imagens.

OpenGL

Criada inicialmente pela Silicon Graphics, a OpenGL (ou Open Graphics Library) é uma linguagem e API multiplataforma para a renderização de gráficos 2D e 3D.Ela permite a interação direta com placas gráficas (GPUs), o que a tornou uma das principais concorrentes do DirecX no Windows.Hoje, a OpenGL é mantida pela organização sem fins lucrativos Khronos Group e é uma das principais APIs para a criação de jogos para sistemas baseados em Linux, como o Steam OS e demais plataformas, como o Windows.Suas funções abrangem diversos conceitos modernos de computação gráfica, o que garante a estabilidade perante os concorrentes.

WebGL

WebGL (Web Graphics Library, em inglês) é uma API baseada em JavaScript e muito utilizada em aplicações gráficas que devem ser executadas em web browsers.Ela permite que pessoas possam jogar sem a necessidade de terem plugins instalados.Além disso, a WebGL está completamente integrada nos padrões web modernos, o que permite o uso de todo o poder do HTML5 na criação de soluções divertidas e multiplataforma.

Metal

Feita pela Apple, a API Metal permite o acesso a recursos de baixo nível da GPU.Isso permite que desenvolvedores tenham um acesso a recursos avançados do chip gráfico, maximizando os gráficos de seus aplicativos tanto no iOS quando no OS X.Com uma API de alta capacidade e o suporte a multi-threading (uma técnica em que várias requisições são executadas em um único processo), essa API irá levar os seus jogos ao próximo nível de qualidade nos sistemas da Apple.A API Metal fez o seu lançamento junto com o iOS 8. Ela utiliza uma linguagem baseada em C++.Com as suas funcionalidades próximas às do OpenGL, desenvolvedores podem criar jogos que não possuem falhas de buffer ou de segurança. Essas duas vulnerabilidades podem prejudicar o desempenho do aplicativo e comprometer a segurança do usuário.

Google Play Games Services

Esse SDK foi criado para que os jogos tenham uma maior integração com o Google+ e o sistema de Games do Google Play, que permite sincronização de jogos entre Android e Chrome.Por ser focado na nuvem, as APIs do Google Play Games Services permitem que informações sobre o usuário, o progresso no jogo e os achievements possam ser salvos na nuvem.Ele está disponível para a criação de jogos para o Android, assim como iOS e para computadores que possuam um web browser.Com a integração com o Google+, desenvolvedores podem tornar os seus jogos mais sociais. As APIs permitem o compartimento fácil da pontuação dos jogadores, criação de jogos com suporte a partidas multiplayer e a sincronização de informações entre iOS, Android e a web.

A questão multiplataforma

A criação de projetos de TI multiplataforma tornou-se tendência nos últimos anos. Jogos são produtos digitais que demandam um alto custo de investimento.Quando estúdios de jogos optam por aplicativos em código nativo, eles precisam lidar com diferentes linguagens de programação, APIs e bugs.Como você viu nos exemplos acima, há APIs que trabalham muito bem, mas cada uma em seu ambiente:

  • DirectX no ambiente Microsoft;
  • OpenGL em sistemas abertos, baseados em Unix (Linux, por exemplo);
  • Metal para dispositivos Apple;
  • Play Services no ambiente Google.

Nesse cenário, o uso de engines multiplataforma tem ganhado espaço nos últimos anos.Atualmente, o desenvolvimento da maioria dos jogos atuais é feito por meio de game engines.Esses grandes frameworks permitem a criação de produtos com alta capacidade gráfica e o poder de explorar as APIs mais modernas e funcionais do mercado.Para grandes estúdios, a criação das próprias engines é praticamente uma marca registrada de seus jogos. Isso costuma ser um pouco caro, mas não se preocupe, há engines excelentes que você pode usar!Entre as principais engines, podemos destacar:

Unity

Uma das engines mais populares do mundo, a Unity dá acesso a APIs que podem ser utilizadas para o desenvolvimento focado no iPhone, computadores, PS3 e até Xbox.Assim, é possível renderizar aplicativos poderosos com conteúdos 3D, fáceis de serem publicados e com múltiplos recursos.Nela, já foram criados jogos como Angry Birds, Crossy Road e Cuphead.Há uma versão gratuita do Unity com várias funções poderosas para criação de games.

Unreal Engine

Introduzida no final da década de 1990, a Unreal Engine foi criada pela Epic Games.Utilizada em múltiplos produtos da empresa, essa engine possui um grande número de APIs e funções já testadas no desenvolvimento de vários jogos de sucesso para PCs, como Mass Effect.A cobrança só é feita sobre royalties de games criados com a engine. Ou seja, só precisa pagar se seu game fizer sucesso!O site da engine ainda oferece diversas possibilidades de aprendizado, considerando o próprio uso da engine e de conceitos de Design de games em geral. Muito bom!

Marmalade

Criado pela companhia inglesa Marmalade Technologies, essa engine possui uma plataforma de desenvolvimento do tipo cross-plataform, com rapidez, facilidade e sem dores de cabeça.Com um único código, desenvolvedores podem tirar proveito das APIs do framework para criarem jogos para diferentes plataformas.O time de desenvolvimento terá acesso fácil a recursos do aparelho como fotos, a câmera, o GPS, o microfone e o acelerômetro.Além disso, o Marmalade é capaz de converter códigos em C/C++ para linguagens como HTML5, Lua e Visual C++, melhorando o desempenho do game em inúmeras plataformas.O modelo de monetização dessa engine é mais parecido com SaaS tradicionais, cobrando valores maiores conforme mais funcionalidades são oferecidas. A opção gratuita já dá acesso a todos os métodos do SDK.

Corona SDK

A Corona SDK permite o desenvolvimento de apps para iOS e Android, mas apenas em duas dimensões (2D). Ou seja, o foco são dispositivos mobile.Com um forte suporte para algoritmos que trabalham com recursos físicos, desenvolvedores poderão fazer novos apps, mais dinâmicos, responsivos e rápidos.Por meio das APIs desse framework, usuários poderão utilizar o GPS, a câmera e outros recursos que enriquecem a experiência de uso.O SDK básico é totalmente gratuito para usar e criar seus jogos. Em conjunto a isso, são oferecidos outros planos pagos, com vantagens adicionais, como métodos adicionais.

X Code

A principal plataforma de criação de apps para o iOS e Mac OS X, o X Code, é indispensável para quem procura realizar o desenvolvimento integrado de aplicativos para os sistemas da Apple.Ela está disponível gratuitamente pela Mac App Store e permite o acesso a inúmeras funções que auxiliam na criação de programas e jogos digitais que exploram todo o poder gráfico e de processamento dos dispositivos da marca americana.Não apenas é uma engine para criação de jogos, mas o X Code faz muito mais. Vale a pena conferir!

Escolhendo APIs para criação de jogos

Com o crescimento das plataformas móveis nos últimos anos, várias companhias passaram a investir em plataformas mobile.Para os estúdios de jogos digitais, a "nova fronteira" trouxe aumento de lucros e popularização em um dos setores da indústria de TI mais concorridos.Nesse cenário, quem escolhe as APIs certas para o seu produto sai na frente da concorrência ao fornecer um app que é poderoso, rápido e versátil.E você, conhece outra API para a criação de jogos? Conta nos comentários!Enquanto isso, que tal receber os melhores conteúdos da Sensedia, do conforto do seu email? Mais de 7000 pessoas já recebem! Inscreva-se no formulário:[contact-form-7 id="1069" title="Formulário de contato 1"]Você sabia que temos vários artigos sobre Games e APIs aqui no blog? Sim, basta clicar aqui ou na imagem abaixo para conferir ;)

Clique para conferir outros artigos sobre Games!

Obrigado pela leitura!

Voltar ao arquivo