APIX
7 minutos
min of reading
July 12, 2022

Energisa protagoniza transformação digital em energy com uso de APIs

Oscar Fujiwara
Marketing Analyst
Marketing analyst. Specialist in multimedia content creation.
More about the author

Empresas do setor de energia estão entendendo cada vez melhor como APIs são essenciais não só para alavancar a tecnologia, mas, principalmente, os negócios. Um dos players que vem aproveitando como poucos essa transformação digital para crescer e elevar o nível da experiência do cliente é a Energisa.

Romulo Maini contou um pouco dessa história na jornada presencial do APIX 2022, maior evento de APIs do mundo, realizado pela Sensedia em São Paulo, no WTC, dia 30 de junho de 2022.

Fundada em 1905, a Energisa é o maior grupo privado de capital nacional no setor elétrico e o 5° maior grupo de distribuição de energia do país. Acumula 8 milhões de clientes em todas as regiões do Brasil e conta com uma estrutura de 15 mil colaboradores.

Em sua palestra no APIX, o coordenador de engenharia de software e DevOps contou que a implantação de uma arquitetura baseada em microsserviços alavancou a transformação digital da empresa e apoiou demandas novas do negócio. 

Um dos pontos essenciais nesse processo foi o API Gateway e como este mostrou que sua utilidade poderia ser mais ampla do que a imaginada inicialmente . “A princípio, o gateway seria destinado às plataformas digitais, mas quando percebemos o valor que agregava até mesmo às aplicações internas legadas, colocamos esse gateway internamente também. Deixamos de ter riscos com problemas de latência, demora da entrega da informação, por exemplo”, recorda Romulo.

Digitalização da experiência do cliente

Por meio das APIs, a Energisa pôde reestruturar seus canais digitais, atingindo milhares de usuários mensalmente.

  • App Energisa On: 3 milhões de contatos
  • Site: 1,9 milhão de contatos
  • Gisa (chatbot): 850 mil contatos
  • Totem: 334 mil contatos

O que ilustra ainda melhor essa transformação digital da Energisa é o salto, de janeiro de 2020 a junho de 2022, de 34% para 87% na proporção de atendimentos realizados por canais digitais. Atualmente são mais de 100 milhões de requisições de APIs todos os meses e mais de 70 APIs em sua plataforma.

Evolução em tecnologia e negócios

Assim como os ganhos qualitativos para a área de TI vindos da adoção de APIs, como visibilidade completa de cada requisição, dashboards que facilitam a tomada de decisões e alertas em caso de comportamento anormal das APIs, Romulo destacou os ganhos qualitativos para a área de negócios, entre eles aumento da disponibilidade do serviço, monitoramento de incidentes e resposta rápida às falhas, e mapeamento de requisições por canal identificando versão do produto.

Para finalizar a apresentação, o executivo da Energisa apontou que o próximo passo é a construção de um roadmap aplicacional, para começar a modernizar as aplicações internas. “Começamos a entender a área de negócio. Envolvemos analistas de negócios, levantamos gaps funcionais dessas aplicações e, a partir disso, estruturamos essa visão de um business case para fazer a conversão das aplicações.”

Quer conferir mais histórias como essa? Visite a nossa página de cases!

Thanks for reading!